Minerais quelatos
Quelato é uma designação química atribuída a compostos cujas moléculas consistem na associação de um mineral, ou íon metálico, a cadeias orgânicas através de ligações químicas covalentes na forma de uma estrutura heterocíclica, ou anel, ou garra (chele=quelato) que neutralizam a reatividade química do mineral.

O EDTA e outras moléculas orgânicas sintéticas são muito conhecidas e utilizadas como agentes quelantes na Química Analítica como extratores de minerais, em análises de solo por exemplo, e na medicina para o tratamento de toxicidade de metais.

Quando os minerais estão em formas inorgânicas tais como cloretos, sulfatos, nitratos e óxidos, não podem ser diretamente absorvidos e metabolizados pelos organismos. Para que isso ocorra, é necessário que essas formas inorgânicas sejam convertidas em espécies assimiláveis.

Essas espécies são justamente os compostos que denominamos como aminoquelatos, resultado da ligação química entre um mineral com ligantes orgânicos de ocorrência natural, tais como os aminoácidos.

Os quelatos de EDTA e derivados não são prontamente assimiláveis.

A melhor forma de aumentar a biodisponibilidade de um determinado mineral é administrar o mesmo em formas químicas capazes de serem absorvidas, transferidas e metabolizadas pelos organismos vivos. Isso é justamente o que ocorre quando os minerais estão na forma de verdadeiros quelatos de aminoácidos.

 
Matriz
Endereço: Rua Alexandre Detogni, 275
Jaboticabal-SP, 14882-112
Fone: (16) 3202-9200


Filial
Endereço: Av. Luís Eduardo Magalhães, 3915
Luís Eduardo Magalhães-BA, 47850-000
Fone: (77) 3628-4134

Copyright © NPA. Todos os direitos reservados. |
npa@npa.ind.br